Bairro Alto – Carlos do Carmo – Fado – Letra

Sou como um rio – Delfins – Letra
2016-06-18
Lisboa à Noite – Amália Rodrigues – Letra
2016-06-22

Carlos do Carmo - "Bairro Alto"

Bairro Alto

Carlos do Carmo

Fado

 

Bairro Alto aos seus amores tão dedicado
Quis um dia dar nas vistas
E saíu com os trovadores mais o fado
Pr’a fazer suas conquistas

Tangem as liras singelas,
Lisboa abriu as janelas, Acordou em sobressalto
Gritaram bairros à toa
Silêncio velha Lisboa, Vai cantar o Bairro Alto

Trovas antigas, saudade louca
Andam cantigas a bailar de boca em boca
Tristes bizarras, em comunhão
Andam guitarras a gemer de mão em mão

Por isso é que mereceu fama de boémio
Por seu condão fatalista
Atiraram-lhe com a lama como prémio
Por ser nobre e ser fadista

Hoje saudoso e velhinho,
Recordando com carinho seus amores suas paixões
Pr’a cumprir a sina sua
Ainda veio pr’o meio da rua, cantar as suas canções

Trovas antigas, saudade louca
Andam cantigas a bailar de boca em boca
Tristes bizarras, em comunhão
Andam guitarras a gemer de mão em mão

(…)

 

Carlos Simões Neves e Nuno Aguiar
(letra de 1970)

Fado - Bairro Alto - Carlos do Carmo - Cover - Xico Fadista 2020

tags: Bairro Alto, Carlos do Carmo, Fado, Letra, Fadistas, Músicos, Cantores, Letras, Artistas, cantores, musicas, Fados, fadista, Artistas Portugueses

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.