Eu Quero Bem À Minha Sogra – Bandalusa ( letra )

Castelo de Beja, Cante Alentejano, Moda Alentejana, Letras, Canções, Alentejo, Letra, Grupos de Cante, Tradicional do Alentejo, Alentejanas, Alentejo, Cante
Castelo de Beja – Cante Alentejano – Letra – Cante Alentejano
2018-11-04
Letra, Musica, Portuguesa, Marco Rodrigues, Tempo, Diogo Piçarra, Musica Portuguesa, Letras, Letras de musicas; balada, Fados, Fadista, Letras de Cançoes
Marco Rodrigues – O Tempo (Letra)
2018-12-22
Bandalusa, Eu quero bem a minha sogra, Bandas, Paulo Ribeiro, letras, Banda Lusa, Grupo Bandalusa, Contactos, Espectáculos, letras de musicas portuguesas

Eu Quero Bem À Minha Sogra

Bandalusa

Letra

Pelo barulho ela está chegando
É minha sogra

Enganou-me direitinho
Me chamando de filhinho, meu querido, meu amor
No comeco acreditei, mas logo vi me enganei
E o meu sonho acabou
Foi só botá as alianças
Mau humor, desconfiança
Foi assim que me tratou
Que cruel a minha sogra
Preferia uma cobra ou um filme de terror
Eu quero bem a minha sogra
Eu quero sim, eu quero sim
Quero ela bem longe de mim
Eu quero sim, eu quero sim
Cascavel e jararaca
Ou qualquer tipo de cobra
Trato ela sempre assim
Eu quero bem a minha sogra
Eu quero sim, eu quero sim
Quero ela sem se intrometer
Eu quero sim, eu quero sim
Se tu achas que é coitada
Toma ela embrulhada
De presente pra você
Se eu brigo com ads crianças
Me critíca sempre amança
Me chamando de animal (animal)
Se eu ralho com a mulher
Mete a boca, mete os pés
Minha filha casou mal
Não aguento esse tormento
Afinal dou o sustento
Pra megera no meu lar
Abre o olho meu irmão
Que feliz foi o Adão
Sem sogra pra encomodar
Eu quero bem a minha sogra
Eu quero sim, eu quero sim
Quero ela bem longe de mim
Eu quero sim, eu quero sim
Cascavel e jararaca
Ou qualquer tipo de cobra
Trato elas sempre assim
Eu quero bem a minha sogra
Eu quero sim, eu quero sim
Quero ela sem se entrometer
Eu quero sim, eu quero sim
Se tu achas que é coitada
Toma ela embrulhada
De presente para ti
Quando a minha sogra morrer
Vou estar a trabalhar
O meu patrão vai me declarar folga
E eu vou dizer que não
Primeiro o trabalho e depois a diversão
Eu quero bem a minha sogra
Eu quero sim eu quero sim
Quero ela bem longe de mim
Eu quero sim, eu quero sim
Cascavel e jararaca
Ou qualquer tipo de cobra
Trato elas sempre assim
Eu quero bem a minha sogra
Eu quero sim, eu quero sim
Quero ela sem se entrometer
Eu quero sim, eu quero sim
Se tu achas que é coitada
Toma ela embrulhada
De presente para ti
Eu quero bem a minha sogra
Eu quero sim, eu quero sim
Quero ela bem longe de mim
Eu quero sim, eu quero sim
Cascavel e jararaca
Ou qualquer tipo de cobra
Trato elas sempre assim
Eu quero bem a minha sogra
Eu quero sim, eu quero sim
Quero ela sem se entrometer
Eu quero sim, eu quero sim
Se tu achas que é coitada
Toma ela embrulhada
De presente para ti

(Alexandre Contreira Primo / Cláudio Moraes Soares)

Bandalusa - Eu Quero Bem À Minha Sogra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.