Frágil – Jorge Palma – Letra

Dá-me lume – Jorge Palma – Letra
2016-06-05
Esta balada que te dou – Armando Gama – Festival 1983
2016-06-18

Jorge Palma | Frágil

Frágil

Jorge Palma

(letra)

Põe-me o braço no ombro
Eu preciso de alguém
Dou-me com toda a gente
Não me dou a ninguém
Frágil
Sinto-me frágil
Faz-me um sinal qualquer
Se me vires falar demais
Eu às vezes embarco
Em conversas banais
Frágil
Sinto-me frágil
Frágil
Esta noite estou tão frágil
Frágil
Já nem consigo ser ágil
Está a saber-me mal
Este whisky de malte
Adorava estar in
Mas estou-me a sentir out
Frágil
Sinto-me frágil
Acompanha-me a casa
Já não aguento mais
Deposita na cama
Os meus restos mortais
Frágil
Sinto-me frágil
Frágil
Esta noite estou tão frágil
Frágil
Já nem consigo ser ágil

(Jorge Palma)

Frágil - Jorge Palma (cover 2020) Voz: Fernando Graça

tags: Frágil, Jorge Palma, Letra, musicas, portuguesas, Musicas do Jorge Palma, Canções, Poemas, Letras, Sucessos, Musica portuguesa, Artistas, cantores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.